Objetivos ou pontos de vitória? Pesquisa!

Na minha pesquisa, perguntei como cada pessoa preferiria definir o vencedor em um jogo típico de civilização. As opções faziam comparações entre dois modelos distintos: a vitória por objetivos e a vitória por pontos.

A maioria dos jogos é definida em pontos de vitória. Mas objetivos também são muito comuns, a começar pelo famoso War, que o pessoal da minha geração cresceu jogando. Jogos abstratos também usam, tipicamente, objetivos, como o xeque-mate do Xadrez.

Embora vários dos meus jogos preferidos sejam definidos em pontos de vitória, eu tenho um certo preconceito com essa escolha mecânica… Por isso, sempre que posso, penso em um jogo conforme objetivos a cumprir.

Quem leu uma das minhas últimas postagens sabe que o sistema de objetivos é essencial para que o jogo possa ter vários vencedores (ou vencedor nenhum). O que estou elaborando é um conjunto de objetivos para tornar o jogo mais dinâmico e propenso a conflitos.

Cada jogador terá de cumprir 3 objetivos principais para vencer. Num estágio anterior do desenvolvimento, eu havia imaginado alguns objetivos e criado cartas em que esses objetivos eram combinados. Por exemplo, havia um objetivo de Tipo I, que consistia de 4 possíveis conquistas (chamemos de A, B, C e D), e haveria 6 cartas com as combinações dessas 4 conquistas. Um jogador poderia receber a carta “Faça A ou B” e outro receber “Faça B ou C”.

Em minha ideia, limitar a quantidade de objetivos possíveis em cada carta (apenas dois) era algo que deveria restringir as opções do jogador. Porém, nesse caso, seria comum que apenas um jogador tivesse acesso a certo objetivo. No exemplo acima, os dois jogadores brigariam pelo objetivo B, porém o primeiro estaria livre para perseguir o A, e o segundo, o C.

Por outro lado, deixar todos os objetivos disponíveis para todos – algo que a princípio parece tornar a tarefa mais fácil – vai fazer com que nunca aconteça de alguém estar livre para o cumprimento de um objetivo: eles têm o potencial de interessar a todos.

Por isso, no momento, eu tenho (para 3 jogadores) 3 grupos de 3 objetivos cada. Não se sorteiam objetivos. Cada jogador tem de cumprir um objetivo de cada grupo até o final do jogo.

Felizmente, na minha pesquisa, apenas 3,3% das pessoas responderam que gostam tanto que o jogo seja decidido em pontos de vitória que evitam jogos decididos por objetivos. 30,1% preferem pontos, mas curtem objetivos também. 41,8% são indiferentes. 19% preferem objetivos, mas aceitam pontos de vitória e, por fim, 5,9% dizem preferir objetivos e evitar pontos de vitória. Portanto quase 97% das pessoas aceita a disputa por objetivos em um jogo desse tipo. Fiz essa pergunta na pesquisa porque, sinceramente, o uso de pontos de vitória é tão generalizado que desconfiei que os objetivos poderiam desagradar mais gente. Mas está tudo bem. :-)

Agora, por favor, deixe seu pitaco! Seu comentário é muito importante para mim e para o desenvolvimento do jogo!

3 respostas
  1. Alex
    Alex says:

    Achei a idéia interessante. Estes objetivos seriam algo no estilo CIv. New Dawn , onde existem cartas de objetivos abertas, cada carta com dois possíveis , e todos podem realizá-los ?

    Responder

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *