E se ninguém ganhar a partida? Pode isso?

Na última postagem, comentei sobre a possibilidade de haver vários vencedores no Rota das Civilizações. Talvez até todos.

Mas, ao lado da questão de minha pesquisa sobre o que as pessoas achariam de haver vários vencedores, também perguntei:

“O que você acha da possibilidade de um jogo competitivo (não cooperativo) terminar sem vencedor?”

Quem leu a última postagem talvez tenha deduzido que meu sistema de vitória, além de proporcionar a possibilidade de haver vários vencedores, também leva à possibilidade de não haver nenhum vencedor. Pois só vence quem cumpre seus objetivos, independentemente do destino dos outros. Se todos cumprirem, todos vencem. Se ninguém cumprir, ninguém vence.

Em quase todos os jogos, mesmo que todos os participantes joguem “mal” (por algum critério), ainda haverá o “menos ruim”, que será o vencedor.

No sistema que pretendo implementar, o foco é um processo de realização. O jogador precisa fazer uma bela trajetória com sua civilização, aproveitando todas as oportunidades de combinar os poderes de sua nação com os de seus líderes, suas maravilhas, suas ações, etc. A ideia é que ele passe por uma grande experiência narrativa, com escolhas difíceis, com desafios que o levarão às vezes a congregar com os outros jogadores, às vezes a entrar em conflito com eles, para no final cumprir o destino de sua civilização e tornar-se vitorioso – talvez o único.

Dessa forma, não pode haver condescendência com o “menos ruim”. De todo modo, ainda que a pessoa jogue suas 5 primeiras partidas sem vencer nenhuma, é muito possível que ele, em cada situação, perceba o que poderia ter feito de diferente para melhorar – para então tentar realizar isso na próxima partida. Este é, pelo menos, o meu objetivo: o objetivo de desenvolvimento.

Na pesquisa, apenas 24,8% acharam “ruim” a possibilidade de um jogo terminar sem vencedor.  Os outros 75%, portanto, acharam pelo menos algo aceitável. Mas espero que a proposta geral do jogo leve também os céticos a experimentaá-lo. Afinal, a minha expectativa ao desenvolver este jogo é que, nele, a ideia de “ganhar experiência” não seja apenas uma piada!

Espero muito pelos seus comentários e palpites! Serão de grande ajuda! Não seja tímido!

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *