CARINA ESTÁ VIVA

A gente quer fazer tanta coisa na vida, que é impossível em uma só. Eu, por exemplo, nunca vou ter tempo para ler todos os livros que eu gostaria de ler. Mas… e na eternidade, quando então teremos tempo para ler todos os livros possíveis infinitas vezes?

Com direção de Ernani Sanchez e interpretação de Michelle Ferreira, Carina está viva é um monólogo que estreou em 2007 e ficou em cartaz até o ano seguinte.

Mulher inteligente e independente, Carina é uma anfitriã incomum: informa aos presentes, com suavidade e sem nenhum desespero, que tomou a decisão de se matar.

A estranha alegria com que expressa essa ideia é reforçada pelo naturalismo da proposta cênica: os espectadores são visitantes de Carina, participando da intimidade de seu chá e de seus álbuns pessoais. Ela não está lá apenas para ser observada. Sem distanciamento, mas com cumplicidade, ela narra suas histórias como se trocasse ideias, como se tudo fizesse parte de sua vida e da de seus convidados.

A página da peça na época de sua apresentação ainda pode ser vista aqui.

NEWSLETTER

E-MAIL é melhor do que redes sociais!
Elas diluem as mensagens e até mesmo decidem quem vai recebê-las e quem não vai.
Para não perder nada, assine a newsletter e receba eventuais postagens com histórias inéditas de Paulo Santoro. Basta inserir seu e-mail no campo abaixo e teclar Enter.

GRANDE CITAÇÃO

“Você não entende Matemática, você se acostuma a ela.”
(John von Neumann)

MAIS FOTOS