Jogo longo – e playtest na pandemia

Uma partida de Rota das Civilizações – que aparece em protótipo inicial na imagem em destaque – deve demorar por volta de 4 horas.

Na minha pesquisa inicial, também perguntei sobre esse aspecto às pessoas: “Você aceita participar de jogos que demorem quanto tempo?”. Era permitido marcar todas as opções que os pesquisados considerassem aceitáveis.

A faixa de tempo mais aceita é a de 1-2 horas: 78,4% topam essa demora. Jogos de até 1 hora são aceitos por 47% das pessoas. Menos da metade! Talvez não seja TÃO válida essa história de que as pessoas não querem um jogo que demore demais… A faixa entre 2 e 4 horas é aceita por 62% das pessoas – e é nela que estou mirando prioritariamente, tentando desenvolver um jogo que possa ser concluído em cerca de 3,5 horas por jogadores que já conheçam o jogo. A partida de aprendizado certamente levará mais tempo, mas isso já é algo esperado pelas pessoas. De todo modo, a faixa entre 4 e 6 horas ainda é aceita por 30% dos pesquisados.

Um desafio para criar um jogo assim são os primeiros passos do desenvolvimento, e o isolamento da pandemia só piora a situação! Não posso me queixar da esposa: ela foi uma peça essencial dos primeiros testes do primeiro Deterrence. Mas não é fácil mobilizá-la para qualquer jogo que demore mais (e seja muito mais complicado) do que Dixit.
Então agora eu preciso testar sozinho mesmo.

No momento, estou focando no jogo para 3 jogadores – é mais prático de criar, desenvolver e testar. Depois que ele estiver funcionando conforme desejado, farei as adaptações para incluir um 4.o jogador. Acredito que esse seja o procedimento mais usual e prático. E acho quase impossível incluir um 5.o jogador. A partida ficaria realmente longa e talvez até confusa. O fato é que os principais jogos de referência também não aceitam 5 jogadores ou, quando aceitam, o próprio público não recomenda.

Para fazer o teste, monto o setup para 3 jogadores e vou fazendo os lances. É claro que se perde muita coisa da experiência normal em que 3 pontos de vista distintos conduzem as ações. Assim mesmo, é perfeitamente possível verificar o andamento da partida, se as regras estão funcionando e perceber potenciais furos.

Aliás, como a partida atravessa várias eras, eu nem cheguei a desenvolver as últimas eras ainda. Primeiro, fiz testes com a fase de Exploração (espécie de pré-história), depois comecei a incluir a Era 1 (Idade Antiga) , a Era 2 (Idade Média) e, no momento em que escrevo, já estou chegando à Era 3, com alguns rascunhos para a Era 4 já delineados.

Com essa prática, o jogo já chegará mais palatável para os playtestes com pessoas reais, depois da pandemia.

Fico então esperando seus comentários! Todo palpite é válido e pode ajudar bastante o jogo!

Para receber as novidades por email (uma vez por semana), coloque seu nome e email na caixa ao lado (Receba atualizações por email!) e clique em Assinar.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *