A importância do editor de jogos

Na postagem anterior – ao falar de algumas de minhas decisões sobre como o Rota das Civilizações deve ser desenvolvido e publicado – posso ter passado uma impressão de ser totalmente centralizador.

Mas não é o caso. O editor é uma figura essencial que pode evitar que um jogo tenha diversos problemas. Ainda que venha a ser eu próprio o produtor do jogo, certamente vou procurar a participação de no mínimo uma pessoa com experiência que funcione como um contraponto, um advogado do diabo para pôr o produto à prova.

Esse editor, além de ser uma outra cabeça pensante que pode enxergar de outra forma os elementos do design, também deverá trazer para o projeto um conhecimento sobre as questões do mercado. Ainda que eu não tenha nenhuma expectativa de me sustentar com este ou qualquer outro jogo, é conveniente que no mínimo uma produção pague o investimento realizado.

Além disso, vender não significa simplesmente obter lucro. Vender significa que o produto seja compreendido pelas pessoas e realmente aproveitado. É preciso que as pessoas saibam que ele existe e possam tomar a decisão de se vale a pena comprá-lo e jogá-lo ou não. Um grande número de jogos disputa a atenção dos aficionados, e é preciso saber como destacar o nosso próprio peixe.

Quando publiquei o Deterrence 2X62, os editores tiveram um papel fundamental. No artigo que escrevi contando o processo desse jogo, falo sobre como eles sugeriram uma temática que trouxe um novo público para ele.

Além disso, eles também foram responsáveis pela inclusão do modo “normal” de compra de cartas no final do turno. Tivemos um longo debate sobre isso!

Na minha opinião, o jogo deveria ter um único conjunto de regras, e a compra de cartas deveria ser feita conforme a mecânica um pouco mais complexa que eu usava. No entanto eles me convenceram a colocar no jogo um sistema mais direto para a compra de cartas, e aquele que eu usava se tornaria o modo “avançado”. E isso realmente facilita o aprendizado do jogo. Além do mais, um usuário, tempos depois, me falou que já jogou bastante e ainda prefere utilizar o sistema mais simples.

É por isso que Rota das Civilizações, além de todos os playtestes, passará pelo crivo de um editor rigoroso, para que o produto realmente entregue uma boa experiência para o público.

Você também pode ter um papel importante nesse processo: deixe aqui seus comentários, sugestões, perguntas, o que desejar!

Para receber as novidades por email (uma vez por semana), coloque seu nome e email na caixa ao lado (Receba atualizações por email!) e clique em Assinar.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *